terça-feira, 8 de junho de 2021

Silêncio



  Silêncio!o tempo dorme

ao despertar apressado

vai me encontrar;

quando eu for...

não matem flores em mim.

terça-feira, 9 de março de 2021

Versos mudos



                    Amar em versos mudos
                     ser página em branco 

colher lágrimas para que

 seja tinta,imprimir no papel

para que leias.

Serão letras delicadas,

matizadas de violeta 

para um poema melancólico

que seduza tua mente,  

para cobrires de pele e erotismo.

Estarei à espera desenhando sonhos

 em doces suspiros de saudade

 que irão estender-se como o

  deserto;com versos de tempo

  vencido de quem amou demais

  e cantou este amor como

     há muito não se via, nas entrelinhas

 ... de um poema.


                                           Marcia Portella_Go 


Imagem_Ewa Hauton



 

 

 

quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Deusa louca




Cansada de ficar solitária ante tantos desditos,saiu em uma tarde como uma deusa louca.

Despenteada em gritos roucos, rasgou sua roupa e na desdita sina de ser sombra que escorria dos muros,entrou nos bares à procura dos boêmios.

O aroma de tristeza pairava no ar em perpétuo luto.Riu de forma escandalosa e ninguém ouviu ou sentiu sua presença.

Cantou sua música preferida,cantou,dançou riu e chorou.

Saiu fazendo reverência para a plateia muda e de repente na porta,um sorriso flutua na sombra de um rosto.Ele a viu e acalentando seus  dissabores,amores, dores e solidão dedicou seu mais belo poema para a deusa louca de nome...Poesia.


                                                        Marcia Portella_Go


Imagem_Ewa Hauton

 

domingo, 20 de setembro de 2020

Poesia


 Sou poesia

mulher tinhosa

vestida de saudade

exalando rosas

procurando rimas

desfilando em versos

requebrando em trovas.


Marcia Portella_Go


Imagem_Pinterest


domingo, 30 de agosto de 2020

Pousando



Pousando suavemente
enlaçou-me em asas.
Sonhos voaram entremeados
em plumas de ilusão...
Penetrou em minha alma 
destrancou a cela,entrou com
a boca moldada sussurrando
poesias em ilusões atrevidas.
Cansada  de vagar em sonhos,
recolhi-me na palma de suas mãos
cerrando a cortina dos olhos
deixando um leve...
                                         colorido no chão.



Marcia Prtella_Go

Imagem_Betina La Plante






quarta-feira, 1 de abril de 2020

Jazz




Notas ressoam em pálida
Vibração audível entrando
Nos sentidos em leve, roçar 
De murmúrios.
Acordes fogem da harmonia.
Sons crescem em descompassos
Ecoando suspiros, em fôlegos esparsos.
O ritmo suave serpenteia
Em arpejos, que tocam a alma
Na embriaguez dos sentidos.
Corpo canta,sibila acordes afinados
 Da música noite à dentro.
Olhos cerram ao solista tocar
O ritmo lentamente.
No descanso, um jazz
 Sonolento...

Marcia Portella_Go

(2009)

Imagem_Pinteret


quarta-feira, 11 de março de 2020

Entre águas



Olhou para o amor, fingindo 
que lhe era indiferente, fugindo
em um momento sem fim.
Rasgou sonhos rindo ao 
fingir ser feliz.
Tentou viver como se nunca 
tivesse  pensado em  perder-se
entre duas águas, que agitam
no mesmo mar alastrando,invadindo,
sacudindo a alma,tornando-a
frágil e sensível indo ao encontro
de quem quer perder.


Marcia Portella_
02/03/2019
Pintereste
--